A1BA67D6-B7F5-4EE9-B96E-A3C6C6A729C2TIM banca virtual
99BC25CD-9209-40C8-AC3C-7870EBF636C3

Publicado em 28 de julho de 2021

Laboratório de refino de cocaína e crack é descoberto em operação policial em Bagé

Um laboratório de refino de cocaína e crack foi descoberto e fechado na manhã desta quarta-feira pela Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Brigada Militar em Bagé. Três traficantes, oriundos da Região Metropolitana de Porto Alegre, foram presos durante o cumprimento de cinco mandados judiciais nos bairros Tarumã, Mascarenhas e Centro.

Houve a apreensão de 760 gramas de cocaína já prensada, cerca de um quilo de pasta base, 450 gramas de crack e ainda insumos para misturar e diluir o entorpecente, além de uma prensa e de um sistema hidráulico para compactação da droga, entre outros materiais. Três balanças e três telefones celulares foram também recolhidos.

A investigação foi realizada pela Delegacia de Polícia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), chefiada pelo delegado Cristiano Ritta, a partir do começo deste mês, quando sete traficantes foram detidos com 45 quilos de drogas na cidade.

Os policiais civis apuraram que uma organização criminosa, comandada por um detento recolhido na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc), estava montando um laboratório para refinar cocaína e crack em Bagé. O objetivo era criar a “própria” droga para vender para outros traficantes da região.

No dia 22 deste mês, uma outra prensa foi recolhida com um jordaniano preso por narcotráfico.

O delegado Cristiano Ritta destacou que a apreensão de hoje é um importante desdobramento das ações realizadas nos últimos dias no combate ao crime organizado e o tráfico de drogas na região. Ele citou o trabalho de inteligência policial e a constante troca de informações entre os órgãos de segurança da cidade.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar a sua experiência

Para saber mais sobre os cookies que usamos, consulte nossa política de privacidade.