A1BA67D6-B7F5-4EE9-B96E-A3C6C6A729C2TIM banca virtual
99BC25CD-9209-40C8-AC3C-7870EBF636C3

Publicado em 23 de junho de 2022

Povos indígenas protestam no Centro Histórico de Porto Alegre

Um ato realizado no Centro Histórico de Porto Alegre, na tarde desta quinta-feira, marcou a reunião de dezenas de indígenas dos povos Kaiagang, Mbya Guarani, Charrua e Xokleng. Grupo circulou pela rua da Praia até Esquina Democrática ondem ficaram por cerca de uma hora cantando músicas indígenas e reivindicando seus direitos.

Dentre as pautas de reivindicações estava a luta contra o Marco Temporal, a defesa da demarcação e o pedido de justiça pelas mortes do indigenista brasileiro Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Philipis - ambos assassinados na região amazônica neste mês. 

“O Marco Temporal viola nossos territórios indígenas. Queremos que nos vejam com outros olhos e queremos participar da politicas públicas”, explicou o cacique Kaiagang, Moisés Kacupri. Gritos de ordem como “demarcação já” e “essa é terra é nossa” foram ouvidos várias vezes durante o ato.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar a sua experiência

Para saber mais sobre os cookies que usamos, consulte nossa política de privacidade.